3 dicas para reduzir custos de logística em sua empresa


Tudo o que se espera de uma boa logística é que ela cumpra com eficiência todas as etapas de armazenamento, estocagem e transporte de produtos. Este é um ponto importantíssimo para qualquer organização em que estas etapas estejam envolvidas diretamente com a atividade final da empresa, que depende delas para o sucesso do negócio, como é o caso das transportadoras ou empresas que entregam o próprio produto.

Em outra situação, há quem dependa indiretamente da logística, como clientes na ponta ou no início dos processos. Ou seja, praticamente todos os negócios dependem deste expediente para que apresentem bom andamento.

Portanto, os custos de logística representam fator relevante na composição dos preços finais de produtos e de serviços, o que torna a redução destes custos um desafio para coordenadores, gerentes e diretores que atuam na área.

Por isso, preparamos algumas dicas sobre como reduzir custos de logística na sua empresa, confira:

Reduzir custos com armazenagem

A Movimentação e Armazenagem de Materiais (MAM) é uma etapa do processo que deve ser pensada cuidadosamente, uma vez que pode conter custos desnecessários. Portanto, analise o MAM a partir do espaço físico, dos equipamentos de movimentação e armazenagem, da mão-de-obra operacional e administrativa e das despesas diversas, visando eliminar aqueles custos que efetivamente não contribuem para o processo.

Pela perspectiva do espaço físico, é importante manter um layout inteligente, que minimize a necessidade de movimentações e faça um aproveitamento adequado do espaço destinado ao estoque, a fim de maximizar o aproveitamento cúbico. A manutenção dos equipamentos deve estar sempre em dia, para que não ocorram paradas frequentes. Os funcionários devem estar capacitados para as funções, com atenção constante para a segurança do trabalho. Também é preciso atenção para o ritmo de trabalho dos funcionários, se não existem paradas desnecessárias ou volume excessivo de horas-extras.

Reduzir custos com estoque

A empresa mantém uma política de estoque formalizada? A resposta para esta pergunta pode ser determinante do custo que o estoque gera. É importante definir parâmetros que permitam mensurar estes custos com exatidão.

Especifique os níveis de estoque mínimo e máximo necessários ao bom funcionamento da empresa, com especial atenção para aqueles produtos de baixa ou nenhuma rotatividade — estes produtos podem representar um custo desnecessário para a estocagem.

Reduzir custos com transporte

Uma prática muito comum, que ocorre às vezes por comodismo ou por desconhecimento e que acaba maquiando ou escondendo completamente a realidade dos custos com transporte, é permitir que estes permaneçam embutidos nos custos de matérias-primas e de insumos, ou até mesmo no de entrega de produtos acabados.

Faça uma análise separada desses custos. Isso pode revelar soluções capazes de diminuir os gastos com transporte. Por exemplo, o transporte colaborativo ou operações com frotas dedicadas a circuitos fechados podem se apresentar como boas alternativas.

A menos que sua empresa seja uma transportadora, manter uma frota própria, por significar capital imobilizado e despesas com manutenção e com pessoal específico para a atividade, nem sempre é a melhor solução para o transporte.

Contudo, manter um ou dois veículos para entregas ou coletas próximas à empresa pode ser interessante, significando agilidade no dia a dia ou mesmo uma alternativa quando há dificuldades para a obtenção de fretes ou aumento excessivo no setor.

Por fim, utilizar uma boa ferramenta de gestão de transportes fará toda a diferença no gerenciamento dos custos de logística. Você já conhece o MinhasRotas? Acesse nosso site e veja como é possível reduzir custos e customizar frotas.

Você tem alguma experiência interessante em reduzir custos de logística? Deixe o seu comentário!

admin
About me

Deixe um comentário:

Seu email não será publicado.